quinta-feira, 3 de junho de 2010

I'm not the sun, little darling.

Ouço músicas de estações desconhecidas, com frequências tão altas que às vezes parece que meus pés deixam de tocar o chão. Não me leve a mal, eu amaria voar, mas eu não gosto quando tudo se torna um pretexto para se estabacar com a cara no chão.

Eu ando por aí, perdido em marés de sinapses, tentando enganar o meu coração. Acima de tudo isso eu tento ser racional, mas um dia eu ouvi alguém dizer que não há nada mais emocional do que tentar ser racional para esconder a dor.

Minha história sempre foi contada em pequenos versos sujos e mal elaborados, mas embora isso seja ridículo, aprendi a viver assim. Eu sou obrigado a contar a minha história em pequenos pedaços, pois os meus passos são tão curtos quanto o meu coração.

O meu coração, em toda o seu minúsculo tamanho, tenta colocar dentro dele um sentimento imenso e por conta disso, penso que posso me dar ao luxo de sair correndo por aí como se não houvesse amanhã.
Meu coração bate fraco, mas bate por você.
Me ame, pois não disponho de anos; disponho de poucas horas.

3 comentários:

  1. que linds little lion (:

    ResponderExcluir
  2. perfeito perfeito perfeito, ainda não li tuuuudo que tem aqui, mais no momento é meu preferido '-'

    ResponderExcluir